quarta-feira, 25 de junho de 2008

Onde estás tu??

Sinto tanto a tua falta...

Sinto falta das coisas boas mas principalmente dos teus pequenos "senãos". Sim porque amar é adorar as fraquezas do outro, é compreender os seus defeitos e encontrar neles virtudes...


Tenho saudades de te ver desarrumar a cozinha ao fazer um bolo.
Tenho saudades de te ver reclamar que roupa está por passar a ferro.
Tenho saudades de te ouvir cantar bem alto as músicas que não me apetece ouvir.
Tenho saudades do teu péssimo acordar.
Tenho saudades de me aleijar ao seres tão desastrada.
Tenho saudades da forma descontrolada como gastas dinheiro.
Tenho saudades do stress que libertas ao chegar a casa depois do trabalho.
Tenho saudades dos teus beijos em que obrigavas o meu pescoço a adoptar posições indesejáveis.
Tenho saudades... mas tenho também esperança!! Esperança que o tempo cure as feridas que teimam sarar.

2 comentários:

Kika Canas da Lapa disse...

Por vezes temos saudades do que sempre nos irritou, do que muitas vezes diziamos 'não faças'... o tempo transforma as saudades em boas recordações. ;)

Pipoca disse...

Desculpa comentar um post tão antigo, mas não resisti. É mesmo assim...o que nos irritava acaba por nos fazer falta...quando já não temos essas pequenas coisas...
Um beijinho
(ainda me deves uma tarte de maçã do Mac)