segunda-feira, 8 de junho de 2009

Shame on me...


Por vezes não medimos o que estamos a dizer nem a forma como o dizemos, e tudo aquilo que tentamos transmitir acaba por ter o efeito contrário ao que pretendíamos...

13 comentários:

...Ju... disse...

terá tido um efeito assim tao contrario Sr. Gajo?! não acredito...

de qualquer coisa são coisas que acontecem e que facilmente se resolvem... basta querer.

Um gajo qualquer... disse...

Obrigado ...Ju...

Eu quero muito!!!!!!!

:$

mimanora disse...

às vezes há que dar a volta ao texto, e reescrevê-lo para ser bem interpretado;)

_Malinha viajante disse...

Já aconteceu a toda a gente!! Basta conversar e resolver as coisas!!:))

P. disse...

acontece-me algumas vezes, infelizmente...

espero que tudo se resolva!

*

Juky disse...

A outra pessoa é que pode não estar disponivel para perceber correctamente o que queremos transmitir... trata de fazer com que queira entender... e nessa altura não serão precisas palavras para lhe dizeres o que queres! :D

Rute disse...

Muitas vezes medimos demais, a forma como dizemos ,o que queremos transmitir.
Verbalizar ou materializar, o que se passa cá dentro,tem que ser livre! (correndo ou não o risco de ser mal interpretado )


:)

Só começamos a acreditar que as nossas palavras são o espelho do interior, quando deixamos de fugir do que sentimos.

Um gajo qualquer... disse...

Mimanora
Foi o que tentei fazer.
Mas o pior é que nem foi escrito...

_Malinha
Conversei e tentei resolver as coisas... Espero ter conseguido.

P.
Não me costuma acontecer pois tento ter cuidado com as palavras, mas desta vez foi uma argolada valente.

Juky
A outra pessoa é muito especial, e eu deveria ter tido o cuidado que ela merece.

Rute
Bem-vinda!!
Tens razão, mas eu não medi a forma como as minhas palavras poderiam ser interpretadas...



:)

Sofia disse...

eh pah...como sou muito impulsiva sei muito bem como é essa sensação... é dificil por vezes termos tacto ao dizermos certas coisas... estou a aprender com as "pancadas" que vou dando à pala da minha impulsividade... sabes gajo, o mais importante é a consciencialização... daí em diante é investir no nosso aperfeiçoamento :)*

Teresa disse...

Acontece, tens de aprender (a viver) com isso. De certeza que dás a volta por cima =P
Com um beijo.

P.S. - Gosto mais de Teresinha (tem mais a ver cmg!) =D

Betty disse...

A língua portuguesa é muito traiçoeira! Mas pareces ser um Gajo à maneira (daquelas "mêmo" boas:)), por isso, de certeza que resolves tudo. E qualquer coisinha, já sabes... partes para a violência... ok, estou a gozar:)))

Carolina disse...

e depois parece q qt mais tentas remediar pior é...

SOU disse...

O melhor mesmo é dizer/fazer,seja de que modo for.
Sem mas, nem porques, nem ses...
Quando tem que ser é!
Aliás, ou é ou não é!


:)