segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Quem me traz de volta???


Aquele era o tempo
Em que as mãos se fechavam
E nas noites brilhantes as palavras voavam,
E eu via que o céu me nascia dos dedos
E a Ursa Maior eram ferros acesos.
Marinheiros perdidos em portos distantes,
Em bares escondidos,
Em sonhos gigantes.
E a cidade vazia,
Da cor do asfalto,
E alguém me pedia que cantasse mais alto.

Quem me leva os meus fantasmas?
Quem me salva desta espada?
Quem me diz onde é a estrada?
Quem me leva os meus fantasmas?
Quem me leva os meus fantasmas?
Quem me salva desta espada?
E me diz onde é a estrada


Aquele era o tempo
Em que as sombras se abriam,
Em que homens negavam
O que outros erguiam.
E eu bebia da vida em goles pequenos,
Tropeçava no riso, abraçava venenos.
De costas voltadas não se vê o futuro
Nem o rumo da bala
Nem a falha no muro.
E alguém me gritava
Com voz de profeta
Que o caminho se faz
Entre o alvo e a seta.

Quem leva os meus fantasmas?
Quem me salva desta espada?
Quem me diz onde é a estrada?
Quem leva os meus fantasmas?
Quem leva os meus fantasmas?
Quem me salva desta espada?
E me diz onde é a estrada

De que serve ter o mapa
Se o fim está traçado,
De que serve a terra à vista
Se o barco está parado,
De que serve ter a chave
Se a porta está aberta,
De que servem as palavras
Se a casa está deserta?

Quem me leva os meus fantasmas?
Quem me salva desta espada?
Quem me diz onde é a estrada?
Quem me leva os meus fantasmas?
Quem me leva os meus fantasmas?
Quem me salva desta espada?
E me diz onde é a estrada



Este poema é um grito!!!
Quero gritar e não consigo!!
Foda-se mais a história dos abraços........

8 comentários:

eva disse...

Não é preciso trazer-te de volta... ainda estás cá!
(ler as entrelinhas)
E agora quem vai sou eu, antes de levar "pancada"...

S. disse...

Um abracinho...:)

Caetana disse...

Ai, o Pedro Abrunhosa... ai, ai...

Tita disse...

Aiii... quando não se começa a perceber nada entre a "conversa" de duas pessoas... tamos a mais!!! (matrix disse que eu ia ser madrinha do pancadas!!!)

Beijo grande de volta*

Um gajo qualquer... disse...

Madrinha não podes estar a mais, ou então estou mesmo tramado...

:)

Ti disse...

Xiii...

Nelson Alexandre Soares disse...

Adorei. Mesmo...



Stay Well

Brida disse...

:)

claro que não me importo, passa à vontade, o meu blog recebe-te de mãos vazias mas de braços abertos :)

também gosto muito do senhor abrunhosa. e esta foto está um encanto. perfeita para acompanhar (ou ser acompanhada pel') a música.