segunda-feira, 16 de março de 2009

Lost In Translation IX

[Foto: Sofia Maurício]




Eu chamo-te
Tu levantas-te
Tu dizes que faço bluf
Nas cartas do amor
Tu pões as mãos
Bem junto ao teu peito
Não consigo ler os teus olhos,
Mas eu confesso
Sinto-me só longe de ti
Mesmo quando estás do meu lado
É só por isso que eu espero por ti,
Segura a minha mão

Porque imploro como uma criança pelo teu doce?
Porque vou eu atrás de ti como eu vou, eu amo-te
Em qualquer lugar que estiveres eu juro
Serás o meu anjo

Eu jogo as minhas cartas
O melhor que sei

Mas eu perco a minha sorte
Quando não estás aqui

Meu querido coração
Por favor não te entregues

Eu posso ser forte
Mas eu quero-te de volta

Quando não estás aqui
É difícil fingir

Que está tudo bem, outra vez
Quando não estás aqui amor
É difícil fingir

Que está tudo bem... até agora

Porque imploro como uma criança pelo teu doce?
Porque vou eu atrás de ti como eu vou, eu amo-te
Em qualquer lugar que estiveres eu juro
Serás o meu anjo


Olha para o baralho
Conta as tuas cartas
Não faz sentido
Que eu esteja sempre a perder
Quando te vais...

5 comentários:

Rapunzel disse...

Epah...qual é esta???

gimbras.nofuturo.com disse...

Xiii... queres ouvir uma cena fixe? Eu conheço pessoalmente a fotógrafa dessa foto!!! :)

Um gajo qualquer... disse...

Rapunzel
A resposta encontra-se na letra e na foto... ;)

Gimbras
Diz-lhe que há um gajo que curte as fotos que ela tira. :)

Rapunzel disse...

Odeio quando me fazes isto... :P
grrrrrrrr

**

gimbras.nofuturo.com disse...

Ok, gajo. Will do that.